Paulo Bengtson integra comitiva de deputados que representa o Brasil na COP-26


                  Paulo Bengtson: "Nós vamos mostrar o Brasil que o mundo não conhece.”


O deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) é um dos parlamentares que compõe a comitiva da Câmara dos Deputados para representar o Brasil na 26ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26), que entra na sua segunda semana de discussões em Glasgow, na Escócia.

Nesta segunda (08) e terça (09), o evento abordará como tema central a “adaptação, perdas e danos”. Líderes mundiais vão discutir como adaptar economias e sociedades para evitar a estimativa de que, até 2030, as mudanças climáticas podem levar mais de 100 milhões de pessoas à pobreza. A estratégia do País é exibir uma nova agenda climática e ambiental positiva do Brasil. Um dos macrotemas da participação brasileira será “Clima e Florestas”.

“Estamos levando todas as ações que o Brasil, tanto o governo federal quanto os governos estaduais, está realizando em relação à sustentabilidade. Sempre tenho dito, o Brasil é um dos países que mais preserva o meio ambiente. Nós temos 67% das nossas florestas totalmente preservadas. Na sua grande maioria, os nossos corais marinhos também estão preservados. Então nós vamos mostrar o Brasil que o mundo não conhece, porque o mundo nos olha de fora e vê apenas as coisas ruins, como garimpo ilegal, e, na minha visão, essas coisas ruins são um pingo num oceano de coisas boas”, afirma Paulo Bengtson.

Para demonstrar de forma concreta as ações do governo brasileiro em prol do meio ambiente, foram realizadas três iniciativas antes do início da COP-26, a atualização da Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC), a revisão do Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima e a criação do Programa Nacional de Crescimento Verde, medida que vai dar incentivos para empresas que produzirem com baixa emissão de gases de efeito estufa (GEE).

“A cada ano, o Brasil diminui a emissão de gás carbônico, isso tem sido notado pela própria ciência. Vamos levar essas informações à COP-26 e mostrar que o Brasil é um país que cuida do meio ambiente, que produz alimentos e que cuida do restante do mundo, sem se esquecer da natureza e, principalmente, daqueles que compõem a parte mais importante do ecossistema que são os seres humanos”, completa.

Durante a semana, outros painéis discutirão o impacto das mudanças climáticas em mulheres, meninas e minorias, como a ciência e a inovação são cruciais no fornecimento de soluções para limitar o aumento da temperatura global e ações climáticas em espaços urbanos. O maior evento sobre clima e meio ambiente do ano tem entre seus objetivos principais a implementação do Acordo de Paris, considerado um dos mais importantes compromissos multilaterais para a redução da emissão de gases de efeito estufa.

Reportagem — Carlos Augusto Xavier, com a colaboração de Regina Mesquita
Foto — Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2022 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.