Santini tentará incluir reajuste da tabela do IRPF na proposta de reforma tributária


   Santini defende criação de novas faixas de contribuição e isenção para quem ganha até 4 salários.


Para devolver o poder de consumo à população, é fundamental incluir o reajuste na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) na reforma tributária. A opinião é do deputado Ronaldo Santini (PTB-RS), que participou, nesta quarta-feira (4), da reunião de instalação da comissão mista que analisará o assunto.

Os integrantes do colegiado – 25 senadores e 25 deputados – vão elaborar um texto consensual sobre o tema, com base nas propostas de emenda à Constituição que já tramitam na Câmara (PEC 45/19) e no Senado (PEC 110/19). Além disso, o governo também deve enviar uma proposta ao Congresso Nacional.

A tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas define as faixas de renda sobre as quais incidem as alíquotas cobradas.

Hoje, quem ganha até R$ 1.903,98 está isento da cobrança. Valores entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65 são taxados em 7,5%. Valores entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05 tem uma cobrança de 15%.

Isenção

Ronaldo Santini defende o seguinte modelo, com a criação de novas faixas de contribuição e isenção para quem ganha até quatro salários mínimos:

- Até 4 salários mínimos – isentos
- Mais de 4 e 7 salários mínimos – alíquota de 7,5%
- Mais de 7 a 10 salários mínimos – alíquota de 15%
- Mais de 10 a 15 salários mínimos – alíquota de 22,5%
- Mais de 15 a 40 salários mínimos – alíquota de 27,5%
- Mais 40 a 60 salários mínimos – alíquota de 35%
- Mais de 60 salários mínimos – alíquota de 40%

Empregos

“A reforma tributária é fundamental para que o País volte a crescer e a gerar emprego e renda. Desonerar a produção, simplificar e desburocratizar os impostos são medidas necessárias para recuperarmos nossa produtividade e a nossa economia”, afirma o deputado.

Santini explica que a proposta de correção da tabela IRPF foi baseada em estudos da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), beneficiando quem ganha menos.

“Reafirmo meu compromisso de defender esse modelo na Comissão Mista da Reforma Tributária”, declara.
 
Reportagem – Renata Tôrres, com informações da Assessoria do deputado Ronaldo Santini
Foto – Mario Agra

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.