Ensino a distância ajuda a transpor barreiras econômicas, geográficas e sociais, avalia Luísa

Escrito 16/03/2020, 18:41
Por Renata
Categoria destaque

 Luísa Canziani: “Cidades do interior de vários estados clamam por acesso à rede de ensino superior.”


Em 2020, os cursos superiores tecnológicos que estão em alta no Ensino a Distância (EAD) são administração, agronegócio, estética, informática, técnico em marketing e técnico em programação de jogos digitais. Os dados são do site www.ead.com.br.

A deputada Luísa Canziani (PTB-SP) é uma defensora dessa modalidade de educação. Segundo ela, o EAD ajuda a transpor barreiras econômicas, geográficas e sociais.

“O ensino a distância tem a capacidade permear as regiões mais remotas do País, que não têm ainda, por exemplo, o acesso a uma universidade, ou a um corpo docente. O EAD descentraliza o ensino superior”, avalia.

Fiscalização

A parlamentar destaca que, quando se fala em educação a distância, também é preciso levar em conta o método de ensino e a fiscalização do conteúdo e dos cursos.

“Esses pontos são fundamentais para que o ensino transmitido seja feito da melhor maneira possível, com os melhores profissionais, para que, realmente, as pessoas tenham a certeza de que, no fim dos seus respectivos cursos, tiveram uma formação adequada, e que, é claro, aprenderam”, ressalta.

Interior

Luísa Canziani ainda observa que, em um país com dimensões continentais como o Brasil, o EAD é capaz de chegar a lugares mais remotos.

“Ao interior do Nordeste, por exemplo, com a educação a distância, a gente tem a capacidade de levar professores e conhecimento para essa região. Aliás, não só ao Nordeste, mas ao Brasil inteiro. Cidades do interior de vários estados carecem de uma melhor infraestrutura na educação e clamam, também, por acesso à rede de ensino superior. O EAD é capaz de fazer essa comunicação”, conclui.
 
Reportagem – Renata Tôrres, com a colaboração de Regina Mesquita
Foto – Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.