Em missão oficial na Colômbia, Eduardo analisa produção da Cannabis medicinal

Escrito 14/02/2020, 17:30
Categoria destaque

       Da esq. para dir.: Eduardo Costa (PTB-PA), Paulo Teixeira (PT-SP) e Luciano Ducci (PSB-PR)


Termina nesta sexta-feira (14) a visita oficial a Bogotá, na Colômbia, dos parlamentares da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a regulamentação do uso medicinal da Cannabis (maconha) no Brasil.
 
O deputado Eduardo Costa (PTB-PA), integrante do colegiado, também participa da missão, que tem o objetivo de conhecer a experiência daquele país com a Cannabis medicinal.
 
“Já que estamos elaborando um novo marco legal para o produto no Brasil, queremos verificar o exemplo dos colombianos, para que possamos, de alguma forma, implementar no nosso País aquilo que se adequar à nossa realidade”, afirma.
 
Segundo o parlamentar, a Colômbia é um importante exemplo na regulamentação de medicamentos à base da Cannabis. O país latino permite tanto o plantio, quanto a formulação, importação e exportação de insumos da planta.
 
“O interessante é que as famílias que antigamente eram utilizadas pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para plantar e produzir drogas, hoje ainda são utilizadas, mas com a regulação do governo. Como parte de toda a engrenagem, as famílias plantam a Cannabis e o governo compra e elabora o produto, retirando da planta os subprodutos que interessam, o CBD e o THC, principais canabidióides da maconha”, explica.
 
Emprego e renda
 
De acordo com o deputado, essa estruturação do trabalho em cima da Cannabis dá à Colômbia um destaque na geração de emprego e renda na América do Sul, fazendo com que o canabidiol se torne uma commodity que gera recursos ao país. Commodities são matérias-primas essenciais para o consumo humano, que podem ser estocadas sem que percam a qualidade.
 
A viagem dos integrantes da comissão inclui reuniões com representantes da sociedade civil e de órgãos do governo, como do Ministério da Justiça, do Ministério da Saúde e Proteção Social, e do Instituto Nacional de Vigilância de Medicamentos e Alimentos (Invima) –  o equivalente a Anvisa do Brasil.
 
A agenda também abrange visitas às empresas Khiron Life Sciences Corp e Clever Leaves, e à Associação Colombiana de Indústrias de Cannabis.
 
Reportagem – Carlos Augusto Xavier, com a colaboração de Regina Mesquita e sob a supervisão de Renata Tôrres
Foto – Facebook/Eduardo Costa

Comentários

Não existem comentários

Postar um comentário

  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.