Paulo Bengtson defende sinalização sobre perigo do uso do celular na direção


         Paulo Bengtson: “Até hoje, não vi nenhuma campanha de placa falando sobre celular.”


Com o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito e conscientizar os motoristas, o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) sugeriu ao governo federal a fixação de placas nas rodovias alertando sobre o perigo de dirigir usando o telefone celular. No Brasil, pelo menos uma em cada cinco pessoas utilizam o aparelho enquanto dirigem.
 
Na indicação 1536/19, encaminhada ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o parlamentar destaca que, apesar de a norma que proíbe o uso do aparelho seja clara para os motoristas, a maior parte deles a ignora.
 
“Assim como no caso do uso do cinto de segurança pelos ocupantes do veículo e da proibição do consumo de bebida alcoólica por condutor, é fundamental que o Estado elabore e implemente campanhas educativas ostensivas e de longa duração a fim de conscientizar os motoristas do risco inerente ao emprego do telefone celular ao volante”, defende.
 
Acidentes
 
Segundo Paulo Bengtson, de acordo com o National Highway Traffic Safety Administration, agência de segurança de trânsito do governo norte-americano, quase 80% das colisões e cerca de 65% das situações que quase levam a colisões têm relação com algum grau de desatenção do condutor.
 
Nesse contexto, o deputado explica que a agência considera a utilização do telefone celular como a maior responsável por essas distrações.
 
No Brasil, o parlamentar também informa que o próprio Ministério da Infraestrutura realizou pesquisa apontando que, entre 2016 e 2017, mais de 15 mil pessoas morreram e 276 mil ficaram feridas em acidentes de trânsito causados por falta de atenção do motorista.
 
“Quando o condutor é pego usando celular à direção, ele é simplesmente multado. Então, acredito que toda forma de prevenção de acidente é válida, como se faz, por exemplo, no caso das carteiras de cigarro que mostram pessoas doentes, alertando o risco que o cigarro pode causar ao fumante. É uma campanha educativa, forte e chamativa”, diz.
 
Reportagem – Carlos Augusto Xavier, com a colaboração de Regina Mesquita e sob a supervisão de Renata Tôrres
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postar um comentário

  • ©2019 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.