Projeto de Luísa Canziani concede a Londrina título de Capital Nacional da Economia Criativa


 Luísa: “Londrina tem se notabilizado por desenvolver políticas públicas em prol da indústria criativa.”


A deputada Luísa Canziani (PTB-PR) apresentou à Câmara dos Deputados projeto de lei que concede ao município de Londrina (PR) o título de Capital Nacional da Economia Criativa (PL 3264/19).
 
A parlamentar explica que economia criativa é o conjunto de empreendimentos relacionados ao capital cultural, intelectual e criativo de uma região. Ela abrange artes cênicas, música, artes visuais, literatura e mercado editorial, audiovisual, games, publicidade, rádio, televisão, moda, arquitetura, design, gastronomia, cultura popular, artesanato, entretenimento, eventos e turismo cultural.
 
Para justificar o título com o qual pretende contemplar Londrina, Luísa Canziani destaca alguns dados que revelam como a economia criativa está presente no município paranaense:
 
“Londrina concentra um importante arranjo produtivo local de Tecnologia de Informação e Comunicação (TICs), com mais de 1,5 mil empresas desse segmento. A cidade também conta com grande número de startups (núcleos de empresas jovens). Além disso, possui rica gastronomia, reflexo da diversidade de etnias presentes na cidade”, enumera.
 
A deputada continua, destacando que Londrina promove 13 festivais em diferentes áreas da economia e da cultura, entre os quais se destacam a Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, o Festival Internacional de Teatro e o Londrina Matsuri.
 
Cidades criativas
 
Segundo a parlamentar, o mercado criativo cresce a cada ano no Brasil. De acordo com pesquisa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a economia criativa gerou um montante de R$ 155,6 bilhões no orçamento do País em 2015.
 
Antes disso, em 2012, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) de São Paulo apresentou o Índice de Criatividade das Cidades, com o objetivo de medir os esforços aplicados pelos governos estaduais e municipais na área de criatividade.
 
O estudo analisou as 27 unidades da federação e as 50 maiores cidades do Brasil. Londrina foi classificada como a 9ª cidade mais criativa do País.
 
“Desde então, o município tem se notabilizado por desenvolver políticas públicas que ensejem o desenvolvimento sustentável de sua indústria criativa. Em 2018, por exemplo, a Prefeitura realizou o Fórum Desenvolve Londrina, cujo objetivo era exatamente estudar a economia criativa como vetor de desenvolvimento sustentável para o município”, lembra Luísa.
 
Fórum
 
A parlamentar explica que a ideia do fórum surgiu após dois importantes indicadores: o número de eventos nacionais e internacionais captados pelo município e a quantidade de recursos repassados ao Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).
 
Segundo Luísa, as discussões do Fórum em 2018 renderam, em abril deste ano, a aplicação e a construção do Caderno de Estudos sobre Economia Criativa, que reúne material sobre propostas de soluções para problemas ligados ao assunto.
 
Também houve a criação do Comitê Municipal de Economia Criativa, reforçando as expectativas de Londrina em desenvolver-se como município sustentável na prática cultural e reconhecendo o setor essencial para o mundo globalizado.
 
“O Comitê tem o objetivo de estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de atividades de economia criativa, mediante estudo cultural, econômico e social. O próximo passo é a idealização de um hackaton em setembro deste ano”, informa a deputada.
 
Segundo ela, a Câmara Municipal e a Prefeitura de Londrina apoiam as ações realizadas no setor e a nomeação de Londrina como Capital Nacional da Economia Criativa, dando “apenas o reconhecimento ao ambiente criativo já existente no município paranaense”, ressalta.
 
Tramitação
 
O texto da proposta já foi distribuído para as comissões de Cultura e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. Após a aprovação, será encaminhado ao Senado Federal.
 
Reportagem – Carlos Augusto Xavier, sob a supervisão de Renata Tôrres
Foto – Facebook / Luísa Canziani

Comentários

Não existem comentários

Postar um comentário

  • ©2019 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.