Cidades jogam esgoto sem tratamento nos rios; isso precisa mudar, diz Paulo Bengtson


         Paulo Bengtson: “A pessoas têm que aprender, desde cedo, a não poluir o seu ambiente.”


Na Região Norte, que possui os maiores mananciais de água do Brasil e do mundo, o esgoto é jogado nos rios e no mar sem nenhum tipo de tratamento ou cuidado – e essa realidade precisa mudar. Foi o que afirmou o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), ao comentar o relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o desenvolvimento mundial da água.

O documento, lançado na terça-feira (19), durante a 40ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra, na Suíça, informa que mais de 2 bilhões de pessoas carecem de serviços de saneamento básico no mundo.

“Praticamente nenhuma das cidades brasileiras possui um sistema de tratamento de esgoto. Brasília é um modelo positivo de saneamento que existe para o Brasil, mas isso não acontece em outros estados”, afirmou o parlamentar.

Água potável

De acordo com o relatório da ONU, apesar do progresso nos últimos 15 anos, o direito à água potável segura e limpa e ao saneamento é inacessível para grande parte da população mundial. Em 2015, 3 em cada 10 pessoas (2,1 bilhões) não tinham acesso a água potável. Além disso, 4,5 bilhões de pessoas, ou 6 em 10, não tinham instalações de saneamento com segurança.

“Tudo passa pela conscientização das pessoas, que têm que aprender, desde cedo, a não poluir o seu ambiente. Dizem que o ser humano é o único que estraga o seu próprio habitat, e é verdade. É ele quem polui a água que vai beber, quem derruba a floresta que vai processar o oxigênio”, declarou.

Paulo Bengtson ainda divulgou informação da Organização Mundial da Saúde segundo o qual a cada R$ 1 investido em saneamento básico, são economizados R$ 4 na área de saúde. Isso porque a população deixa de contrair doenças por estar tomando água de qualidade e ter tratamento do esgoto.
 
Reportagem – Renata Tôrres, com a colaboração de Regina Mesquita
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postar um comentário

  • ©2019 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.