Deley defende que transportadoras sejam obrigadas a oferecer rastreio de objetos


   Deley: "Nada mais justo do que o consumidor saber a localização do que comprou na internet"


O deputado Deley (PTB-RJ) defende a aprovação do projeto de lei que obriga as empresas transportadoras a ofertarem serviços de entrega de encomendas que disponham de tecnologias de monitoramento dos objetos enviados (PL 10052/18). A proposta também obriga as empresas de comércio online a contratar serviços de entrega que disponham de mecanismos de rastreio de encomendas para o transporte dos seus produtos.

Deley é relator do projeto na Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara dos Deputados. O parecer recomenda a aprovação da proposta que aguarda votação na comissão.

O parlamentar argumenta que o fato das compras serem feitas no ambiente virtual, não diminui as expectativas geradas no consumidor em torno da qualidade tanto do produto quanto da entrega da mercadoria adquirida.

“O consumidor que é atraído pelas facilidades do comércio virtual também anseia ter em suas mãos o produto que adquiriu. Portanto, nada mais justo que permitir que ele acompanhe toda a logística e possa saber a exata localização da mercadoria pela qual já eventualmente já pagou”, afirma Deley.

O projeto altera duas leis: a que trata dos Serviços Postais e o Código de Proteção e Defesa do Consumidor.

Dessa forma, acredita Deley, a possibilidade de poder acompanhar em detalhes o transporte do que comprou “estimula o desenvolvimento do comércio à distância, dando maior transparência nos serviços de entrega e proporcionando ao consumidor, enquanto parte vulnerável, maior segurança e credibilidade para efetuar suas aquisições”.

Reportagem – Claudia Brasil
Foto - Jotaric
 

Comentários

Não existem comentários

Postar um comentário

  • ©2018 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.