Deley: Copa do Mundo não deixou nenhum legado ao Brasil

Escrito 05/06/2018, 14:20
Categoria destaque

                                 Deley: "A Copa do Mundo de 2014 foi uma tragédia".               


No mês em que a Copa do Mundo de Futebol da Rússia se inicia, o deputado Deley (PTB-RJ), afirma que foi gasto muito dinheiro desnecessariamente com a realização da Copa no Brasil.

O parlamentar, que foi jogador de futebol profissional, reconhece que foi um entusiasta da realização da Copa de 2014 no Brasil. Mas hoje lamenta que boa parte do legado da competição, prometido aos brasileiros, não tenha sido entregue.

Obras

Das 12 cidades que sediaram jogos da competição, 11 não receberam as obras prometidas para a época do evento, entre elas, obras de acessibilidade. “Conseguimos entregar estádios que hoje estão totalmente abandonados, gastou-se dinheiro desnecessariamente”, avalia o deputado.

Também não foram construídos os centros de treinamento (CT) para desenvolvimento do futebol nas capitais brasileiras que não sediaram jogos da Copa. Das 15 capitais, apenas Belém (PA) tem o CT. O dinheiro para essas obras viria da Fifa, que repassaria os recursos via Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Mas, sob a alegação de que foi vítima de esquemas de corrupção envolvendo dirigentes da CBF, a Fifa suspendeu os repasses. E está criando uma entidade sem fins lucrativos, com gestão compartilhada entre Fifa e CBF, para ser a responsável por cuidar da retomada dos investimentos.

Frustração

Deley afirma que se hoje fosse perguntado sobre a realização da Copa do Mundo, diria pra fazer em outro lugar, menos no Brasil, porque ela não deixou nenhum legado.

“A Copa do Mundo, pra mim, foi uma tragédia tanto fora como dentro do campo”, complementa o parlamentar.

Reportagem - Claudia Brasil, com colaboração de Regina Mesquita
Foto - Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2018 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.