Reforma da Previdência deve ser tratada por candidatos à Presidência, afirma Deley

Escrito 29/01/2018, 17:40
Por
Categoria destaque

              Deley: “O mercado tem que ser avisado: essa reforma não vai passar no Congresso.”


O deputado Deley (PTB-RJ) avalia que a reforma da Previdência deve ser um assunto tratado pelo próximo presidente da República, que tomará posse em 2019. Na opinião do parlamentar, a discussão desse tema vem sendo feita de maneira muito “açodada”, e a situação da Previdência pode ser melhor examinada durante a pauta das eleições.

Na manhã desta segunda-feira (29) o presidente da República, Michel Temer, afirmou em entrevista que os deputados que não votarem a favor da proposta de reforma estarão fazendo um “grande mal” ao País. A previsão é que o projeto seja votado no dia 19 de fevereiro pelo Plenário da Câmara dos Deputados.

“Se já esperaram até agora, para que tanta pressa, Dr. Meirelles [ministro da Fazenda, Henrique Meirelles]? Para que tanta pressa, presidente Temer?”, questionou Deley.

O parlamentar argumentou que existem regiões operárias em que é impossível para o trabalhador se aposentar com mais de 20 anos de contribuição, como quer o governo.

“O mercado tem que ser avisado que essa reforma não vai passar agora no Congresso. Então, presidente Temer, ouça um conselho de amigo: aqui já estamos reparando que não há voto suficiente para aprovar a reforma. Se quiser voto, vai ter que buscar no posto Ipiranga”, ironizou Deley.
 
Reportagem – Celimar de Meneses, sob a supervisão de Renata Tôrres
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2018 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.