Reforma tributária tornará impostos e taxas mais eficientes, afirma Pedro Fernandes

Escrito 16/10/2017, 17:25
Por
Categoria destaque

            Pedro Fernandes: “A reforma tributária não faz nenhum ente federativo perder renda.”


Estudo recente realizado pelo economista irlandês Marc Morgan, pesquisador na Escola de Economia de Paris, mostra que o Brasil é um dos países mais desiguais do mundo, concorrendo apenas com a África do Sul.
 
Morgan integra a equipe do World Inequality Lab (Laboratório Mundial de Desigualdade), que lançará, em dezembro, o World Inequality Report 2018, um relatório sobre diversos países, incluindo o Brasil, durante conferência na Escola de Economia de Paris.
 
Segundo o economista, a reforma tributária é uma alternativa óbvia para o País ter uma sociedade mais equilibrada. Mesma opinião tem o deputado Pedro Fernandes (PTB-MA).
 
Para o parlamentar, a proposta de reforma tributária que está sendo analisada atualmente na Câmara pode fazer o País voltar a crescer, ao tornar os impostos e taxas nacionais muito mais eficientes.
 
“A reforma é básica: vamos manter a carga tributária no começo, para que nem a União, nem estados e municípios tenham medo de perder renda. Vamos compensar, diminuindo a carga de impostos sobre o consumo e aumentando sobre a renda e na propriedade, o que é corretíssimo”, afirmou o deputado.
 
A proposta vai simplificar a arrecadação de taxas, extinguindo pelo menos dez tributos. O modelo é inspirado no europeu e busca usar alta tecnologia e cobrança online e reduzir a sonegação, a corrupção e a guerra fiscal.
 
Pedro Fernandes explica que reduzir o número de impostos existentes aumenta a eficiência do empresariado, além de tornar a tributação mais justa, já que os ricos pagarão mais impostos. O parlamentar classifica o modelo atual de “manicômio tributário”.
 
“O excesso de taxas aconteceu por conta do compartilhamento de alguns impostos. Onde a União foi perdendo recursos, ela foi criando outros tributos. A proposta que está aí reduz, simplifica, e aumenta a base tributária. A grande inovação é a reengenharia que foi apresentada pelo relator da Comissão Especial da Reforma Tributária, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), e que tem o apoio de todo o colegiado”, disse Pedro Fernandes.
 
Reportagem – Celimar de Meneses, com a colaboração de Regina Mesquita e sob a supervisão de Renata Tôrres
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.