Câmara homenageia Projeto Rondon a pedido de Alex Canziani e Pedro Fernandes

Escrito 25/10/2017, 09:07
Por Renata
Categoria destaque

       A sessão em homenagem aos 50 anos do Projeto Rondon foi realizada no Plenário da Câmara.



A Câmara dos Deputados realizou, nesta terça-feira (24), sessão solene em homenagem ao Projeto Rondon. A comemoração foi solicitada pelos deputados petebistas Alex Canziani (PR) e Pedro Fernandes (MA). Segundo Canziani, a solenidade foi importante para destacar conhecimentos e oportunidades criados pelo projeto.
 
O Projeto Rondon – criado em 1967 pelo governo federal, em parceria com governos estaduais e municipais e instituições de ensino superior – contribui para a formação do jovem universitário e para o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.
 
“O projeto mostra o Brasil para inúmeros estudantes. Com as parcerias de estados e municípios, leva integração, desenvolvimento e inovação para as mais variadas regiões do nosso País”, disse Canziani.
 
O parlamentar também pediu perseverança para os profissionais do Projeto Rondon, que neste ano sofreu cortes no Orçamento. Segundo Canziani, é uma questão de tempo até o País retomar o crescimento e destinar mais verbas ao projeto.
 
Na opinião de Pedro Fernandes, o grande diferencial do projeto é a integração das pessoas, dos estudantes e dos professores com a realidade.
 
“Os jovens conhecendo outras regiões do País e vendo a pobreza, a falta de serviços e a própria troca de culturas é o um dos pontos que atrai neste projeto”, afirmou.
 
História
 
O Projeto Rondon teve sua primeira etapa, também chamada de Operação Piloto ou Operação Zero, realizada em julho de 1967. Contou com a participação de dois professores e 30 alunos de instituições do Rio de Janeiro, que conheceram a realidade amazônica no então território federal de Rondônia.
 
Em junho de 1968 foi criado o Grupo de Trabalho Projeto Rondon, subordinado ao então Ministério do Interior, efetivando, assim, iniciativa. Funcionou até 1989 e foi retomado a partir de 2005.
 
O nome Projeto Rondon é uma homenagem ao militar e sertanista Cândido Mariano da Silva Rondon. Mais conhecido como Marechal Rondon, realizou expedições pelo País, abriu estradas, ajudou a demarcar terras indígenas, catalogou novas espécies e fez levantamentos cartográficos e topográficos. Em 2015, foi incluído no Livro dos Heróis da Pátria.
 
Reportagem – Celimar de Meneses, sob a supervisão de Renata Tôrres e com informações do Câmara Notícias.
Foto – Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.