Jovair Arantes e bancada do PTB reúnem-se com relator da reforma da Previdência


   O relator Arthur Oliveira Maia (1º à esq.) ouve as ponderações do líder Jovair Arantes (2º à esq.).


A pedido do líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), reuniu-se com a bancada trabalhista nesta terça-feira (11) para explicar as mudanças que fará em seu parecer, a ser apresentado na próxima semana à comissão especial da Câmara.

O líder afirmou que o projeto original enviado pelo governo retira direitos e dificulta a vida dos aposentados e dos que irão se aposentar, “com regras não muito claras” em relação às mulheres, aos policiais civis e militares, e aos professores.

“Havia pontos nebulosos. Agora, com o governo começando a aceitar as mudanças por nós propostas, também iniciamos a discussão com o governo. Entendemos que a reforma da Previdência, na verdade, tem que servir ao País. Ela não pode servir a esse partido, àquele governo, ou àquele segmento”, afirmou Jovair Arantes.

Professores

Ele também avaliou de forma positiva o debate ocorrido entre a bancada e Arthur Oliveira Maia.

“O relator, com certeza, vai acatar alguns pontos importantíssimos nessa questão. A redução da idade de aposentadoria e do tempo de contribuição para os professores será fundamental, não podemos abrir mão disso. Também não podemos abrir mão de que a mulher possa se aposentar antes do homem. Ela tem uma jornada tripla de trabalho com as atividades que exerce em casa – mesmo, hoje, nos tempos modernos, quando o homem já se ocupa um pouco mais das tarefas domésticas”, exemplificou Jovair Arantes.

O líder também afirmou ser importante que a reforma da Previdência não prejudique as pessoas que já estão aposentadas.

“Mais do que cuidar dos que vão se aposentar, temos que olhar para os já aposentados. Da forma que o texto está, daqui a pouco, não vai dar para cuidar nem dos aposentados que, hoje, já vivem com muita dificuldade com o pouco que ganham – mas ainda estão se mantendo. Há um risco enorme de se mexer nas aposentadorias anteriores, que já haviam sido declaradas, e isso nós não permitiremos”, garantiu Jovair.
 
Reportagem – Renata Tôrres
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2019 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.