Landim defende que Ministério da Ciência e Tecnologia administre Parque da Serra da Capivara


     Paes Landim: “Parque da Serra da Capivara está sendo destruído por falta de fiscalização.”


O deputado Paes Landim (PTB-PI) apelou à presidente Dilma Rousseff que transfira o Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, para a responsabilidade do Ministério da Ciência e Tecnologia, deixando o vínculo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ligado ao Ministério do Meio Ambiente.

No parque, declarado Patrimônio Mundial da Humanidade, encontra-se a maior concentração de sítios arqueológicos atualmente conhecida nas Américas. Além disso, protege uma parte da vegetação da Caatinga.

“Ele é um parque ambiental, mas, sobretudo, científico, arqueológico – e está sendo destruído. O trabalho da Dra. Niède Guidon vem sendo demolido por falta de fiscalização. Tenho certeza de que ele teria melhor guarida no Ministério da Ciência e Tecnologia do que na burocracia atrasada e defasada do Ministério do Meio Ambiente, que não controla o País”, afirmou Paes Landim.

O parlamentar também parabenizou a Ordem dos Advogados do Brasil no Piauí por ter impetrado ação na Justiça Federal exigindo da União reparação com indenização, segundo ele, pelo descaso com que o Ministério do Meio Ambiente vem tratando o Parque da Serra da Capivara.

Paes Landim ainda criticou a gestão do presidente do Instituto Chico Mendes, Cláudio Maretti, e a intenção do gestor de extinguir as atuais superintendências do instituto, deixando apenas uma no Nordeste.

“Quando nomearam Cláudio Maretti para presidente do instituto, sabedor de que ele veio de uma ONG, fiquei com a melhor das impressões. No entanto, a decepção foi grande. Ele desconhece o Brasil, é um burocrata, aliou-se ao pior corporativismo do instituto e, o que mais me espanta, é desconhecedor da realidade dos parques nacionais do Nordeste”, criticou Paes Landim.
 
Reportagem – Renata Tôrres
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.